quarta-feira, 18 de julho de 2018

Seagulls on land (13)

Gaivotas em terra (13)

NW[J606R] - Larus fuscus intermedius – Noruega (1º.registo)

12/07/2018 – Porto de Pesca de Leixões

Há quem considere que esta época do ano não é muito interessante para a observação de gaivotas em Portugal, porque... as espécies migratórias viajaram para a sua zona de reprodução!
Porém, nem todas as aves regressam à origem, há sempre algumas aves -principalmente imaturas- que ficam cá por longos períodos o que nos permite acompanhar a evolução dos vários ciclos de plumagem.
Curiosamente, neste dia, das onze aves que registei com anilhas coloridas, cinco foram o meu primeiro registo da sua passagem por Matosinhos.

NB: Para conhecer o histórico de cada ave, click na legenda da foto.

Os primeiros registos nesta localidade:





As outras gaivotas já com registos anteriores, são:






Embora não anilhada, registei a presença de um individuo Larus marinus espécie que é pouco vulgar observar no Verão português.

Larus marinus (imatura)

Recomendação:
- Para boa apreciação dos ciclos de plumagem de gaivotas, consulte o site:  http://www.gull-research.org/


ooo000ooo 
ooo000ooo


sexta-feira, 15 de junho de 2018

Berlengas Gulls

Gaivotas das Berlengas

YN[XUS]-Larus michahellis
Após uma ausência de cerca de dois meses, pude novamente dedicar algum tempo à observação e registo de gaivotas portadoras de anilhas coloridas.
Em plena época de reprodução, as aves oriundas do Norte da Europa já migraram para o seu local de origem, pelo que agora não é a melhor época para esta actividade. Todavia, para além do registo de aves de origem  Ibérica, sempre pode surgir algo interessante.

YN[XJM]-Larus michahellis

Curiosamente, apenas registei 4 juvenis Larus michahellis e todas pertencentes ao Projecto Life Berlengas.

YN[XKK]-Larus michahellis

A anilhagem de gaivotas nas Berlengas é liderada pelo amigo Nuno Oliveira (SPEA).
 


YN[XRG]-Larus michahellis

Exceptuando a YN[XRG] que já havia sido registada em 17 de Abril é o primeiro registo, em Matosinhos, das outras aves.

A propósito deste tema (Gaivotas das Berlengas) recomendo a leitura (aqui) do interessante estudo que Norman Deans van Swelm me enviou após ler esta publicação.

Obrigado Norman!

:::---:::







domingo, 18 de março de 2018

Seagulls on land (12)


NW[JJ3Y]-Larus fuscus intermedius-Noruega


Devido a outras "prioridades" tenho andado um pouco desligado da observação de gaivotas.
Todavia, nos últimos dias do mês de Fevereiro, tive oportunidade de dedicar uma manhã para registar aquilo que pude observar e, por ter sido um dia muito interessante, venho aqui partilhar o resultado desse trabalho.



















A manhã não começou muito bem na Praia de Matosinhos. No areal descansavam poucas aves e, num minuto, três cães em correria sobre as gaivotas espantaram-nas para dentro do porto e a mim para lá também.
































Apesar destes imponderáveis, acabou por ser uma manhã muito proveitosa pela variedade de espécies observadas e pelo registo de 22 aves anilhadas.































Curioso foi a possibilidade de fotografar 3 aves  (2 inglesas e 1 belga) apenas com anilhas metálicas e ter sido possível ler o código de registo.
















Apresento aqui apenas um individuo por cada Projecto com aves registadas.
Pode obter mais informação destas aves fazendo um "clik" na legenda das fotos. Todavia, essa informação pode ainda não estar actualizada por falta de informação fornecida de Centro de Anilhagem de origem
































Finalmente, uma espécie reconhecida como uma raridade em Portugal,a Larus hyperboreus
Presumo, ser um individuo adulto que é um invernante habitual nesta região e um juvenil que, admito tratar-se do individuo que tem vagueado entre as praias de Angeiras e Matosinhos.






Video - (1:11)

-A observação de espécies reconhecidas como raridades devem ser homologadas pelo Comité Português de Raridades (CPR).

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Report.2017

AVES MARINHAS MIGRATÓRIAS EM PORTUGAL



2017 - RELATÓRIO 

Fig.1 - Larus cachinnans – Alemanha

Este relatório tem apenas o objectivo pessoal de relaccionar e ordenar o resultado do trabalho de registo de aves anlhadas baseado nas saídas de campo, maioritariamente, nas praias do concelho de Matosinhos e Porto de Pesca de Leixões, durante o ano de 2017.
Embora reconheça a importancia que trabalho de observação tem para o estudo das aves migratórias, a divulgação deste relatório não tem a pretensão de o constituir como elemento de estudo cientifico, mas apenas um simples documento que possa contribuír para a melhoria do conhecimento das rotas migratórias utilizadas por algumas aves marinhas.
O registo das aves anilhadas que observo, normalmente, são confirmadas com suporte fotográfico. As fotos são publicadas na Galeria Flickr no Grupo “Ringed Birds in Europe. Esta Galeria pública, disponibilizada à Comunidade Científica, dedica-se à apresentação e registo de observadores/fotógrafos europeus entusiastas de trabalhos com aves anilhadas.
Fig. 2 – Mapa com a distribuição geográfica das aves observadas em Matosinhos em 2017


Fig.3 - Larus fuscus fuscus – Noruega

Do total de 625 gaivotas que registei pela primeira vez, a maioria eram juvenis e muitas delas ainda no seu primeiro ano de vida o que comprova que a viagem migratória para Sul passando pela costa atlântica da Península Ibérica, estará, presumo, no registo genético de algumas aves.


Seagulls - First sightings in 2017


R e g i o n
BE DK UK FI FR DE GU NL IS IE IM NO PT SC ES SE WL OT total
Specie


















Larus argentatus



2












2
Larus cachinnans




1











1
Larus fuscus 30 26 65 1 39 24 110 75 2 5 2 28 15 32 3 3 4
464
Larus fuscus fuscus










1





1
Larus fuscus graellsii

1




2








3
Larus fuscus intermedius










12





12
Larus marinus

1














1
Larus melanocephalus



2












2
Larus michahellis











48
72

6 126
Larus michahellis lusitanius













10


10
Larus ridibundus 1
1 1













3




















total/region 31 26 68 2 43 25 110 75 4 5 2 41 63 32 85 3 4 6 625

Fig. 4 - BE-Belgic;DK-Denmark;UK-England;FA-Faroe Isl.;FI-Finland;FR-France;DE-Germany;GU-Guernsey;NL-Holland;IS-Iceland;IE-Ireland;IM-Isl.Man;NO-Norway;PT-Portugal;SC-Scotland;ES-Spain;SE-Sweden;WL-Wales;OT-Others

Comparativamente ao ano de 2016, verifiquei um aumento de 50% no números de indivíduos registados pela primeira vez.


Fig.5 - Larus ridibundus – Finlândia


2017-Ringed birds (by species)


Mês
Specie JAN FEB MAR APR MAY JUN JUL AUG SEP OCT NOV DEC total
Ardea cinerea









1
1
Calidris alba










1 1
Larus argentatus






1 6


7
Larus cachinans 1










1
Larus fuscus 65 33 32 8 16 31 11 52 281 282 74 44 929
Larus fuscus fuscus








1

1
Larus fuscus graellsii







2 1 2 3 8
Larus fuscus intermedius




1
2 5 2

10
Larus marinus 1










1
Larus melanocephalus
1







1 1 3
Larus michahellis 16 3 5
6 16 6 16 81 62 14 22 247
Larus michahellis lusitanius 1 3


1
1 7 6

19
Larus ridibundus
2







1
3
total/month 84 42 37 8 22 49 17 72 382 354 93 71 1231
Fig.6

Bird sightings in 2017


R e g i o n
BE DK UK FI FR DE GU NL IS IE IM NO PT SC ES SE WL OT total
Specie


















Ardea cinerea




1











1
Calidris alba







1








1
Larus argentatus



7












7
Larus cachinnans




1











1
Larus fuscus 63 30 112 1 101 34 291 139 6 7 2 35 18 68 10 3 6 3 929
Larus fuscus fuscus










1





1
Larus fuscus graellsii

2




6








8
Larus fuscus intermedius










10





10
Larus marinus

1














1
Larus melanocephalus



3












3
Larus michahellis











96
144

7 247
Larus michahellis lusitanius













19


19
Larus ridibundus 1
1 1













3




















total/region 64 30 116 2 111 36 291 139 13 7 2 46 114 68 173 3 6 10 1231
                                                                                           Fig.7

BE-Belgic;DK-Denmark;UK-England;FA-Faroe Isl.;FI-Finland;FR-France;DE-Germany;GU-Guernsey;NL-Holland;IS-Iceland;IE-Ireland;IM-Isl.Man;NO-Norway;PT-Portugal;SC-Scotland;ES-Spain;SE-Sweden;WL-Wales;OT-Others


Fig.8 - Larus michahellis – Portugal (anilhada nas Berlengas em 12/07/1997)


agradecimentos:
À Administração da Docapesca-Matosinhos pelas facilidades concedidas, a Peter Rock, Coordenador-EURING pela colaboração prestada, ao meu filho Miguel pelo apoio na informática, e a:
Aitor Galarza, Alberto Pastoriza Barreiro, Alfredo Herrero, Andreas Goedecke, Antonio F. Cordeiro, Camille Duponcheel, Carlos Pérez, Chris Redfern, Christophe Luczak, Colin Corse, Cristobal Perez, Dave Grant, David Carr, Eric Stienen, Euan Ferguson, Francisco Docampo, Giacomo Tavecchia, Guðmundur A Guðmundsson, Iain Livingstone, Isolino Pérez, Jens Mikkel Lausten, Jeroen Reneerkens, Joaquin Lopez, John C. Davies, Jordi Muntaner, Jorge Mourinho, Joris Laborie, José Sánchez Cordero, Juan Jimenez, Juha M Honkala, Juha Pikkarainen, Julia (MAHCFS), Julien Gernigon, Kees Camphuysen, Kevin Scott, Kjeld Tommy Pedersen, Marc Van De Walle, Maria Lurdes Antunes Morais, Matt Wood, Matthieu Fortin, Miguel McMinn Grive, Mike Marsh, Nuno Oliveira, Paul K Veron, Paul Roper, Peter Stewart, Philippe J. Dubois, Ricardo Brandão, Roland-Jan Buijs, Ronald Klein, Rute Costa, Sönke Martens, Susanne Kreutzer, Thijs Valkenburg, Viola Ross-Smith e a todos os membros da galeria “Ringed Birds in Rurope”.




>>>|||<<<